Papo com a Proteção Animal Carioca

PARCERIA!

Queria ter dois dedinhos de prosa com a Proteção Animal Carioca.

É certo que, se conselho fosse bom, não se dava, vendia…mas nesse caso vou aconselhar sim, é de graça.

Vivemos tempos difíceis em todo País. Não seria diferente em nosso Estado, que dirá em nossa cidade do RJ. Diante disso, temos que tomar aquela velha atitude que qualquer administrador conhece bem… Cobrir de um lado, sem descobrir do outro.

Mas como fazê-lo? No caso da administração pública, uma tarefa que já seria difícil para a iniciativa privada, se torna quase hercúlea. Como manter recursos para programas que são vitais, sem prejuízo ou em detrimento de outros, talvez de menor importância?

No caso de nosso Prefeito Crivella, adotou-se o mote de “fazer mais com menos”. Para tanto, há de se cortar onde se possa, nesse caso, na própria carne… No funcionalismo terceirizado e comissionado.

Esse foi exatamente o caso da SEPDA. Basicamente, Crivella retirou o Status de Secretaria, passando a uma subsecretaria ligada diretamente ao seu Gabinete.

Com isso, conseguiu economizar na figura do Secretário, demonstrando não apenas uma pequena economia, mas a demonstração clara de que pretende cumprir suas promessas, sendo o responsável direto pelas políticas públicas para nossos animais.

Daí vem uma parcela da proteção e RECLAMA!

Mas reclama de que?

Ouvi os maiores absurdos nesses últimos dias: Crivella vai extinguir a SEPDA…Crivella vai acabar com os programas atualmente existentes…Crivella vai tirar a verba da SEPDA…

Querer dizer que a SEPDA, por ser uma subsecretaria terá menos verba que anteriormente, chega a me causar risos… Onde na administração pública está escrito que uma subsecretaria necessariamente tem menos verba?

Por 16 anos tivemos uma secretaria de MENTIRA, um cabide de empregos para os prefeitos anteriores. Quem conhece a história sabe que tivemos ex-sogro do Aécio Neves (que nunca soube nada de proteção animal), vereadores, filhos de políticos e até um ator global que era vice Presidente da Associação de Criadores de Animais Silvestres… isso mesmo… CABIDÃO DE EMPREGOS!

Exatamente por isso, a SEPDA JAMAIS teve uma dotação orçamentária no mínimo aceitável. Sempre foi um “encosto” para cumprir acordos políticos.

Daí vem Crivella, promete uma atuação verdadeira aos protetores, puxa a secretaria para sua “asa” e os protetores começam, no segundo dia de mandato a fazer manifestações abaixo assinados, etc???

Agora, depois de explicado, chega a hora dos 2 dedinhos de prosa e do conselho:

Vivemos tempos em que precisamos nos UNIR. Chega de revanchismo, de grupos que gostam e que não gostam de fulano de tal. A proteção tem de se unir, já que temos um nome em comum…Crivella.

Não se trata mais de ser partidário desse ou daquele candidato. As eleições acabaram, Crivella é prefeito, e como tal, vai precisar de toda a nossa ajuda, unidos e não mais divididos.

Chegamos a um tempo de “quem não soma, divide!” e tem muito protetor, por desconhecimento dividindo.

Crivella nos prometeu um hospital público veterinário, nos prometeu uma farmácia popular veterinária, nos prometeu MUITO MAIS COM MENOS!

Queria propor algo diferente. Que tal ao invés de se gastar tempo precioso em brigas, manifestações, abaixo assinados…que tal se fosse criado um documento propondo exatamente o que os Protetores de Animais pretendem de nosso Prefeito? Que tal usarmos esse tempo precioso para elaborar sugestões que possam tornar nossa cidade como MODELO de Proteção Animal para o Brasil? Que tal ajudarmos Crivella, cada um de nós como “secretários” extra-oficiais do Prefeito do Rio de Janeiro?

Dividir é mais fácil que somar, certamente, mas como comentei, somar é o mote dessa administração e não o contrário.

Pela primeira vez temos um prefeito que realmente se importa com os animais, e já deu provas disso. Então vamos ajudar e não atrapalhar. Isso nos tirará inclusive a preocupação sobre QUEM SERÁ O SUBSECRETÁRIO… pois seja ele quem for, cumprirá as determinações do Prefeito, determinações baseadas nas sugestões de quem realmente entende… os Protetores.

É claro que dar essa tarefa de “sub-comandar” a SEPDA a alguém que não seja um protetor, seria o mesmo que pedir a um analfabeto que fosse secretário de educação… mas independente do nome escolhido, o grande comandante será Crivella.

Vamos juntos ajudar essa administração, vamos parar com essas manifestações descabidas, vamos criar essa pauta de sugestões… pois apenas juntos somos fortes, e queremos ser fortes pelos animais.

Fica a dica!

Sou Fabiano Jacob e confio em Crivella!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta