Compromissos com a Cultura

Alguns de meus Compromissos de Mandato com a Cultura Carioca

– É meu compromisso lutar pela manutenção dos equipamentos culturais das três esferas no Município, como forma de preservação de nosso acervo cultural e histórico;

São diversos museus e casas culturais que têm sido fechadas ou que encontram-se inoperantes pela falta completa de incentivo e amparo de nosso governo Municipal. Estão “apagando” nossa história!

– Vou lutar pelas Políticas Públicas de Cultura inclusivas e extenção e ampliação ao acesso às Leis de Incentivo, assim como da participação da sociedade civil organizada no Conselho Municipal de Cultura (e para que este seja realmente atuante);

A ideia do Conselho Municipal de Cultura é boa, pena que por falta de vontade política seja atualmente apenas uma ideia, sem atuação. Vamos realmente dotar esse conselho de força para atuar.

– Fomentar a maior democratização no acesso aos equipamentos culturais como forma de diminuir as desigualdades sociais;

Os equipamentos culturais de nosso Município não são democráticos. Pretendo criar maneiras de democratizar a cultura, tanto para crianças e idosos, principalmente ao público carente de nossa Cidade.

– Sou pela implantação efetiva da Lei de ensino da música na rede municipal;

Leis temos muitas… o real cumprimento das mesmas já não é efetivo. A música transforma vidas, promove a inclusão social, educa, diverte! Temos de ter a música no currículo efetivo das escolas Municipais, assim como já encontramos nas Particulares.

– Auxiliar na continuidade das ações da Frente Parlamentar de Comunicação e Cultura da Câmara de Vereadores;

Uma das poucas ações efetivas em favor da cultura na câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro. Pretendo fazer parte, formal ou informalmente dessa Frente, contribuindo para seu engrandecimento.

– Fomentar ações culturais nas comunidades como forma de desenvovimento de conceitos de educação ambiental e sustentabilidade, estimulando a produção cultural local, além do acesso (ou criação) aos(de) equipamentos culturais no entorno dessas comunidades, visando a promoção de uma “cultura ambiental”;

Não só nas comunidades, mas nos Bairros como um todo. Precisamos incentivar as diversas lonas culturais espalhadas pelo Rio de Janeiro, e criar outras. Projetos de cinema nas comunidades, peças de teatro, concertos de música. Tudo para trazer os jovens para as Artes e promover a integração dos moradores através da Cultura.

O RIO MERECE UMA CULTURA DE QUALIDADE!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta