Parabéns ao Zoo de Gramado!!!

Pessoal,

Todos sabem que sou contrário ao modelo de Zoo, mas temos que elogiar quando vemos uma atitude maravilhosa como essa do Zoo de Gramado.

Enquanto isso, no nosso RJ, o Zoo está entregue ao lixo, a destruição e ao descaso da presidência da Fundação, cargo político dado ao Irmão do presidente da câmara dos vereadores.

Do G1

Bichos têm cobertor, aquecimento e pinhão para espantar frio em Gramado

Ambientes climatizados e alimentação especial garantem conforto.
Pinhão, polenta e bergamota integram a dieta especial dos animais no frio.

Pinguinário conta com um climatizador que mantém a umidade e a temperatura controladas (Foto: Divulgação/Gramadozoo)

Pinguins têm climatizador que mantém umidade e temperatura

controladas (Foto: Divulgação/Gramadozoo)

Os animais do zoológico de Gramado, na Serra do Rio Grande do Sul, ganharam cuidados especiais para enfrentar o frio que ficou abaixo de zero e gelou os campos nesta semana no estado. Para escapar das baixas temperaturas, a bicharada tem alimentação especial, recintos climatizados e até cobertor. A temperatura na região ficou em 1°C nesta quarta-feira (6). Todas as estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no estado registraram mínimas abaixo dos 5°C.

Para espantar o frio, até os pinguins, animais acostumados ao gelo, recebe aquecimento. O veterinário Renan Stahdler explica que o pinguinário conta com um climatizador que mantém a umidade e a temperatura controladas. “Mantemos a temperatura sempre próxima dos 16ºC”, disse o veterinário.

Animais como iguanas, jabotis e primatas, que são espécies de clima quente, ficam em ambientes especiais. “Temos alguns macacos-prego que não abrem mão do cobertor”, diz o veterinário.

Macaco prego e iguana se aquecem no inverno (Foto: Halder Ramos/Divulgação/Gramadozoo)
Macaco-prego e iguana se aquecem no inverno (Foto: Halder Ramos/Divulgação/Gramadozoo)

A alimentação dos animais também é reforçada no período de frio rigoroso. Pinhão, polenta e bergamota, alimentos bastante consumidos pelos gaúchos nas baixas temperaturas, também fazem parte do cardápio especial de inverno no Zoo de Gramado. “No inverno, acrescentamos alimentos mais calóricos e frutas da estação como a bergamota, que é rica em vitamina C. Já o pinhão faz parte da alimentação de aves e macacos. O mico-de-cheiro, que é um animal amazônico, adora”, afirma o veterinário. Uma lâmpada especial que emite calor fica no lugar onde vivem cobras e iguanas. “Além do aquecedor, a lâmpada ajuda a manter o recinto aquecido. Iguanas são animais ectotérmicos. Sua temperatura corporal varia conforme a temperatura ambiente”, explica Renan Stahdler.

Macaco mico-de-cheiro adora comer pinhão (Foto: Divulgação/Gramadozoo)
Macaco mico-de-cheiro adora comer pinhão, diz veterinário (Foto: Divulgação/Gramadozoo)
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta