Opinião sobre o “Caso Abrigo do Museu” em Nilópolis

Então pessoal,

Como dizia o “filósofo” Ibrahim Sued, “Une chose se une chose, otre chose se otre chose”

Ou seja, “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”…

As minhas opiniões pessoais sobre o trabalho da Srta. Renata Brito, sobre suas manifestações contrárias a protetores cariocas sérios, muitos dos quais eu avalizo pessoalmente o trabalho é uma coisa… o que foi feito pela prefeitura de Nilópolis com o caso do Abrigo do Museu é outra. E aqui vou dar minha opinião sobre tudo que analisei.

Para que o leitor possa se inteirar melhor, faço um breve resumo dos fatos.

Ha vários anos, o Abrigo do Museu tem abrigado e tratado de vários cães abandonados no município de Nilópolis. Surgiu então uma polêmica sobre de quem seria o terreno.

De um lado temos a prefeitura do que parece ser uma “Capitania Hereditária” chamada Nilópolis, cuja administração tem passado de ano a ano para membros de uma famosa família de contraventores ligados ao Jogo do Bicho, que afirma categoricamente (e não documentalmente) que o terreno seria da “Capitanis”…ops digo Prefeitura.

Do outro lado temos um grupo de protetores que afirma que o terreno (dessa vez documentalmente) seria de uma fundação, e que a mesma teria em seu estatuto também o dever da proteção ambiental, e por consequência, a defesa animal.

Dentro desse “embrolho” todo, após diversas reuniões, o MP estadual se manifesta, aconselhando para que os animais alí abrigados não fossem retirados, até que tudo pudesse ser resolvido.

Eis que surge a figura nefasta de um Senhor chamado VIEIRA DA COSTA (guardem bem esse nome), que representa uma ONG chamada SOS ANIMAL (que estranhamente apareceu na mídia na última semana), e de forma arbitrária e criminosa, resolve retirar os animais do local, sem a menor estrutura, causando, ao meu ver, maus tratos…fora as arbitrariedades legais que envolveram a ação.

Mas quem é esse senhor VIEIRA DA COSTA? Pesquisando o site da ONG SOS ANIMAL não encontrei absolutamente nada de relevante sobre atos de proteção animal. Aliás, o site é quase um outdoor preparado para campanhas eleitorais. Na aba presidente, que fala sobre o tal VIEIRA DA COSTA, em suas realizações está apenas a doação de capim para a “escolinha da hípica da Gávea” (como se fossem necessárias doações para esse local) e pasmem, uma história em que ele teria reservado o Maracananzinho para uma grande ação animal… que nunca aconteceu.

Mas não para por aí… Ao pesquisar o site, encontrei links para o site pessoal desse senhor VIEIRA DA COSTA (www.vieiradacosta.com.br) que nos remeteu a um site em construção, com o endereço verdadeiro de “choquedeordem.com”.

Encafifado com esse estranho fato, pesquisando, eis que o nome do secretário de Ordem Pública do Rio de Janeiro apareceu: Alexander Vieira da Costa

Ou seja, o parentesco com esse senhor, que além de causar maus tratos e morte de animais anteriormente abrigados no local, fica claro. Seria Irmão? Primo? Seja como for, parece que esse senhor, mais um daqueles etérnos candidatos que nunca se elegem a nada e que surgiu nas brumas da proteção animal, se arvora em suas atitudes graças ao parentesco com autoridades do Rio de Janeiro.

A coisa não para por aí, no site da referida ONG…que também surgiu do NADA, as parcerias são as mais inusitadas, com empresários e nenhuma organização de proteção animal ou ambiental parece sequer ter ouvido falar dessa ONG.

Quais seriam as razões, fora as claramente eleitoreiras para tamanho abuso com a LEI, a VIDA e a DECÊNCIA por parte desse senhor VIEIRA DA COSTA??? Não sabemos, mas é certo que não podemos deixar o caso cair no esquecimento.

As coisas parecem estar se desanuviando, com ordens judiciais de reintegração de pose, reconstrução das estruturas derrubadas de forma criminosa pela prefeitura de Nilópolis e com o retorno dos animais que, por ventura resistirem a esse crime (visto que alguns já viraram estrela).

Que a justiça se sinta tão ou mais afrontada que nós, Defensores de animais, visto ter sido desrespeitada, enxovalhada e cuspida. Que a DPMA proceda dentro de todos os rigores da Lei, tanto quanto o Sr. VIEIRA DA COSTA quanto a prefeitura de Nilópolis.

E nós, defensores da VIDA, que nunca nos esqueçamos do nome VIEIRA DA COSTA, que certamente vai tentar mais uma vez uma “boquinha” nas eleições municipais de 2012. Que nossa resposta seja dura para aproveitadores e que essa ação desastrosa e criminosa seja um “tiro de canhão” no pé desse senhor.

 

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta