PF apreende animais silvestres em sítio na Região Serrana do Rio

Quando eu repito várias vezes que o tráfico de animais silvestres está entrando definitivamente no currículum de criminosos envolvidos com outros ilícitos, tem quem diga que sou louco.

Durante uma operação que fiz em Honório Gurgel, encontramos carro roubado, DVD´s piratas e pássaros silvestres… e a coisa só tende a piorar!

Do G1

Animais estavam feridos e em locais inadequados, segundo especialistas.
Sítio é de Rogério Andrade, acusado de chefiar quadrilha de caça-níqueis.

Polícia Federal (PF) apreendeu, nesta quinta-feira (1º), dezenas de animais silvestres num sítio em Araras, na Região Serrana do Rio. Segundo os investigadores, a propriedade é de Rogério Andrade, acusado de chefiar uma quadrilha que explora máquinas caça- níqueis.

Segundo o Tribunal de Justiça, Rogério Andrade ainda é considerado foragido. Ele responde pelo assassinato do primo dele, Paulinho Andrade, morto em 1998.

Não foi o conforto da propriedade que chamou a atenção, mas sim um minizoológico, com mais de 30 aves e mamíferos exóticos, como lhamas e alpacas dos Andes, e um emú, da Austrália.

Um veterinário e dois tratadores de animais do zoológico do Rio também participaram da operação. Eles ajudaram a identificar e a analisar as condições dos bichos e não gostaram do que viram.

Os avestruzes vivem num espaço pequeno, onde se machucam com facilidade. Num campo de futebol, sem qualquer proteção contra o sol, há famílias de cervos com filhotes. São de duas espécies africanas, sequer encontradas no zoológico do Rio.

“O bebedouro é um grande problema para um tipo de cervo até pela galhada que ele tem. Muitas vezes ele não consegue abaixar até o bebedouro por causa do galho”, observou o veterinário Alex Spadetti.

Nesta quinta-feira, apenas cinco animais foram levados para o zoológico. A captura exigiu preparo físico. Na tentativa de fuga, uma das lhamas chegou a se jogar no riacho. Com a avestruz ferida o trabalho foi ainda maior. Somente com uma dose de tranquilizante, ela foi imobilizada.

O dono do sítio, Rogério Andrade, vai responder por cinco crimes, como maus tratos, e por manter animais em cativeiro sem autorização.

“É possivel que ele responda por cada um desses ilícitos mais de uma vez. Vai depender do número de animais e da forma como eles foram adquiridos”, explicou o delegado Fábio Scliar.

Para ver o vídeo, visite: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/03/pf-apreende-animais-silvestres-em-sitio-na-regiao-serrana-do-rio.html

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta