Criminoso Ambiental Luciano Huck faz acordo de compensação ambiental

Pois é,

Tá ai o “Bom Moço” que muitos protetores ambientais defendem!

Como eu sempre digo, AMBIENTALISTA deve ter consciência do todo. Não é porque o cara chega lá, dá uma de bom moço, reforma um abrigo, que ele pode esconder os malefícios gigantescos que causou ao meio ambiente em sua vida. Protetor de animais tem que entender definitivamente que animal não é só GATO, CACHORRO E CAVALO. E os Silvestres? E o prejuízo ao bioma como um todo.

O meio ambiente é como uma grande teia…se toca numa ponta, tem consequências na outra!

Para quem não se lembra da denúncia feita nesse blog, segue o link:

Programa Fantástico protege Luciano Huck, assim como Governador Sérgio Cabral já fez!

Agora o bom moço faz um acordo na justiça e fica tudo bem??? Até parece. Sabemos que os prejuízos foram INESTIMÁVEIS!

E olha que O GLOBO é das organizações GLOBO, das quais esse senhor é contratado. Então, tenham a certeza que a matéria, por si só já é minorada.

Mas tenho certeza que vários “protetores” vão continuar achando o cara o “bom moço”!

Do GLOBO

Luciano Huck assina acordo ambiental com prefeito de Angra

ANGRA DOS REIS – O apresentador Luciano Huck, da Rede Globo, esteve na Prefeitura de Angra dos Reis na quarta-feira, onde se reuniu com prefeito Tuca Jordão (PMDB). Ele estava acompanhado de dois advogados e assinou um acordo de compensação ambiental. O encontrou durou cerca de 40 minutos. Na saída, Huck confirmou ao Jornal A VOZ DA CIDADE a assinatura do acordo, um mecanismo para contrabalançar os impactos sofridos pelo meio ambiente, identificados no processo de licenciamento ambiental no momento da implantação de empreendimentos ou residências.

– Nós viemos assinar um acordo de compensação ambiental – disse o apresentador.

Luciano Huck foi condenado em julho do ano passado, a juíza da 1ª Vara Federal de Angra dos Reis, Maria de Lourdes Coutinho Tavares, R$ 40 mil por cercar de boias a faixa costeira ao longo de sua casa na Ilha das Palmeiras, em Angra dos Reis, sem autorização ambiental, sob o propósito de exercício futuro de atividade de maricultura. Segundo o jornal, Huck é alvo de uma ação movida pelo Ministério Público Federal, que sustenta, no processo, que a motivação da colocação do cerco é outra que não a atividade de maricultura.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta