Homem é multado em R$ 332 mil por criar aves exóticas em MS

É EXATAMENTE POR CASOS COMO ESSES QUE SOU CONTRÁRIO ATÉ A CRIAÇÃO DITA “LEGALIZADA”!

E VOCÊS ACHAM QUE ELE VAI TER GRANA PRÁ PAGAR? TINHA É QUE IR EM CANA, COMO ERA NO INÍCIO DA LEI 9605/98!

E DEPOIS OS “CRIADORES” VÊM A PÚBLICO DIZER QUE SÃO “PRESERVACIONISTAS” DE NOSSA FAUNA! CAMBADA DE HIPÓCRITAS!

E AINDA FOI DEIXADO COMO FIÉL DEPOSITÁRIO DOS ANIMAIS! ESSE PAÍS É UMA VERGONHA!

 

(Do G1)

 

Criador ilegal mantinha 114 pássaros de espécies africanas.
Além da multa ele vai responder pelo crime ambiental.

Um homem de 48 anos foi multado em R$ 332 mil pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) por criar 114 pássaros exóticos sem autorização, em uma casa, na avenida Tiradentes, em Campo Grande.

Além da multa, o criador ilegal também vai responder pelo crime ambiental de introduzir sem parecer técnico e licença uma espécie que não é natural no país, com pena prevista, em caso de condenação de três meses a um ano de prisão.

O criatório ilegal foi descoberto após denúncia anônima na terça-feira (6), em uma operação conjunta da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista (Decat) e do Ibama. O homem disse que criava as aves para competições e para a venda.

Homem é multado em R$ 332 mil por criar aves exóticas em MS (Foto: Divulgação/Decat)
Homem foi multado em R$ 332 mil por criar aves
exóticas (Foto: Divulgação/Decat)

As Aves
A coordenadora do setor de fauna do Ibama, Paula Mochel, disse que os pássaros apreendidos são originários do continente africano. As aves são de três espécies diferentes de agapornis (Agapornis Roseicollis, Agapornis Fischeri e Agapornis Personatus).

Paula diz que em razão dos animais não serem da fauna brasileira é estritamente necessário para que sejam criados no pais o registro do Ibama, para que o órgão tenha um controle sobre a espécie no Brasil.

“Estes animais não são naturais do Brasil. Se eles, por acaso, escaparem e se reproduzirem na natureza, existe o risco deles competirem com alguma espécie nativa e se sobreporem a ela, virando uma espécie invasora à fauna natural do país. Por isso, é necessário que exista um controle rigoroso”, diz.

A coordenadora diz ainda que duas das três espécies encontradas com o criador ilegal fazem parte da lista da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas (Cites) de animais em extinção.

Fiel depositário
De acordo com o delegado Fernando Villa de Paula, da Decat, como as aves estavam sendo criadas em boas condições, a polícia e o Ibama decidiram deixar o criador como fiel depositário dos animais. Entretanto, foi determinado um prazo para que ele registre os pássaros.

Homem é multado em R$ 332 mil por criar aves exóticas em MS (Foto: Divulgação/Decat)
Criador ilegal foi deixado como fiel depositário das aves exóticas
(Foto: Divulgação/Decat)
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta