E o Touro está vencendo no Rio de Janeiro… ao menos por enquanto!

Pois é pessoal,

 

Conforme prometido, hoje lá estava eu, na Promotoria de Tutela Coletiva do Meio Ambiente em Duque de Caxias, responsável pelo município de São João do Meriti…

Lá fui eu com minhas dezenas de leis, cartas de magistrado, procurador de justiça, estudos sobre crueldade e maus tratos em animais e muita esperança!

Não vou mentir que, depois do descaso sofrido ontem por parte do Judiciário de São João (como eu ainda sou crente e ingênuo) eu estava bem abatido! Isso acontece, mas militância é assim mesmo. Um dia se perde, para no outro ganhar.

Ao contrário de minha visita ao Fórum de S.João, no MP em Duque de Caxias, fui extremamente bem tratado, aliás como qualquer cidadão que paga seus impostos (tem restituição agora dia 15, fiquem ligados), que cumpre a Lei e que se preocupa com o meio ambiente, pessoas e animaisdeveria ser… Fui recebido pelo promotor, com quem passei quase 40 minutos, expondo a situação, os documentos e explicando um pouco sobre defesa animal.

Deu prá sentir que o promotor é uma pessoa esclarecida, apesar de desconhecer (como muitos) os detalhes que nos levam a defender animais…mas está com MUITA boa vontade!

Por isso mesmo é que aviso aos amigos que torcem pelos nossos bichos que, protocolei representação contra a realização do Rodeio de São João de Meriti na Promotoria, que me PROMETEU estar dando entrada numa Ação Cautelar Inominada, direcionada a Vara de Fazenda do Município de São João de Meriti, expondo nossas razões e as questões documentais para a não realização desse evento!

Foi uma GRANDE vitória, mas apenas da batalha! Isso porque, a última palavra é do Juíz, que vai analisar o pedido do MP e pode, ou não, indeferir o pedido!

Contamos com a sabedoria, justiça e com o dever desse Juíz que, repetindo as palavras da Nobre procuradora de Justiça, Maria Teresa Ferraz, que escreve em seu termo de depoimento: “…na qualidade de fiscal da Lei, é-me impossível coadunar com tamanha ofensa à Constituição Federal, que veda qualquer forma de antetado à incolumidade física e à dignidade dos animais, motivo pelo qual, inclusive, foram legalmente alçados a condição de tutelados pelo Estado, como se retira dos diversos dispositivos legais em vigor.”, deverá também ter essa senssibilidade!

Continua ainda a Nobre procuradora em seu discurso escrito em depoimento:

“…dessa forma, na certeza de que as autoridades intervenham de forma efetiva para que eventos dessa natureza não encontrem mais espaço em nossa sociedade, na esteira de movimentos internacionais que estão banindo de suas expressões até então tomadas como “culturais”, a exemplo de touradas e similares, manifesto-me e coloco-me à disposição para cooperar com a luta nessa batalha visando à mudança de habitos que nos envergonham ante a covardia com que são praticados para puro deleite de seus algozes.”

Que todos nós possamos voltar a nos orgulharmos de nosso JUDICIÁRIO! Que a Justiça seja cega às grandes corporações como a Brahma e justa com quem importa, os animais!

Estamos com os dedos cruzados e rogando a força maior que nos cria (e aos animais) que ilumine os pensamentos desse Juíz!

Vou dando notícias, mas podemos dormir bem hoje, já que uma batalha nessa grande guerra foi vencida… ao menos por hora!

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Uma resposta para E o Touro está vencendo no Rio de Janeiro… ao menos por enquanto!

  1. Pingback:Olá, mundo! | Guilherme Andreoli

Deixe uma resposta