Lugar de passarinho é na Antureza-Super Iniciativa ULA

Pessoal, quem me conhece sabe o quanto eu sou contrário a passarinhos em gaiolas. Durante 2 anos de combate ao tráfico, mais de 1000 pássaros foram resgatados. Dentro desse trabalho, identificamos que o maior problema é a falta de informação e de educação, que se fundamenta na desculpa CULTURAL.
Então, vamos dar o maior apoio a essa iniciativa da ULA… todos lá hein!

Só lembrando… passarinho na gaiola não canta, LAMENTA!

“Não quero a tua esplêndida gaiola! Pois nenhuma riqueza me consola de haver perdido aquilo que perdi … Prefiro o ninho humilde, construído de folhas secas, plácido, e escondido entre os galhos das árvores amigas … Solta-me ao vento e ao sol! Com que direito à escravidão me obrigas? … Por que me prendes? Solta-me covarde! Deus me deu por gaiola a imensidade: Não me roubes a minha liberdade … Quero voar! voar! … “ O Pássaro Cativo – Olavo Bilac
 

 

cartazmanifest_quebre_gaiolas

O que é?
Campanha de conscientização contra confinamento de pássaros, assim como seus problemas causais e resultantes, como a caça, tráfico, maus tratos, exploração comercial e utilização desses animais silvestres como pets. Além de estimular a revitalização e preservação de habitats naturais, para as aves viverem naturalmente para suas próprias razões.

Justificativa
A cultura de caçar pássaros ou reproduzi-los artificialmente em viveiros, está perpetuando de geração em geração. Pelas ruas da zona oeste do Rio de Janeiro, vemos bares e casas com gaiolas penduradas, e homens e crianças as carregando displicentemente pelas ruas. São os chamados passarinheiros. Eles mantêm o animal confinado para venderem, reproduzi-lo, colecionarem, exibi-lo, trocá-lo ou participar das chamadas passarinhadas.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta