Cadeira de Rodas para Cães em PVC, faça você mesmo

Gente, tive que copiar para vocês esse post do excelente site ANIMAIS.O.S

O post fia no seguinte endereço: http://animaisos.org/?n=1543

Reproduzo aqui para vocês!!

 

Aprenda a fazer uma cadeira de rodas para animais em pvc, simples, fácil de fazer, barato e funcional.

A Cadeira de Rodas para Cães, feita em PVC que traz um maior conforto e mobilidade aos que sofreram algum tipo de acidente ou que foram maltratados perdendo assim sua mobilidade.

Quem possui um animal de estimação sabe como é penoso vê-lo sofrendo seja qual for o motivo. Imagine aqueles que têm alguma deficiência física, seja por problemas genéticos ou decorrentes de acidentes como atropelamentos. Quem passa por esta situação sabe que o custo das cadeiras de rodas, que podem de alguma forma dar uma vida mais “normal” aos animais, existentes hoje no mercado é alto. Diante dessas dificuldades, a ambientalista baiana, Scheyla Bittencourt, se sensibilizou e desenvolveu uma cadeira de quadro rodas em PVC para animais tetraplégicos, uma versão da cadeira de duas rodas.

Os principais produtos utilizados na construção das cadeiras são os tubos e conexões de PVC, que segundo Scheyla, possuem ótimo custo-benefício já que atendem às necessidades de funcionalidade do produto, são baratos, fáceis de encontrar e de moldar.

A ambientalista é idealizadora do Projeto Malu (http://projetomalu.blogspot.com), que surgiu em 2007 e possui ações de proteção a animais carentes e com deficiência e que geralmente, em função dessas condições, são sacrificados. “As cadeirinhas possibilitam que o tutor devolva ao animal a oportunidade de se movimentar, auxiliando na reabilitação” esclarece Scheyla. E completa: “o equipamento serve aos objetivos do Projeto Malu, de valorizar o animal deficiente e provocar a reflexão sobre temas como abandono, guarda responsável, lealdade e respeito aos animais em quaisquer circunstâncias.”

Scheyla pretende, no futuro, produzir e comercializar as cadeiras e reverter a verba 100% para o auxílio e ajuda nas ações em prol da reabilitação de animais.

Para Miguel Bahiense, presidente do Instituto do PVC, este é mais um exemplo dos vários benefícios que os produtos de PVC trazem a sociedade. A indústria brasileira do PVC tem o compromisso de apoiar trabalhos como esse, “ainda mais quando as características do produto, como versatilidade, custo-benefício, entre outras, são fundamentais e benéficas”, afirma. Trata-se de uma alternativa mais acessível que inclusive possibilita que as camadas mais carentes da população tenham acesso e consigam ajudar seus animais de estimação.

O Instituto do PVC tem o compromisso de orientar as empresas associadas a adotarem posturas socialmente responsáveis, no intuito de promover crescimento sustentável do setor, difundindo suas características técnico-científicas, ambientais e de reciclabilidade, sempre fundamentadas em ações éticas.

Lista de materiais:

Tubo de PVC ¾” 2 m
Cotovelo PVC ¾” 90º 8 un
Te PVC ¾” 4 un
Cap PVC ¾” 2 un
Luva PVC 3/4″ 2 un
Rodinha de carrinho de feira 2 un
Prego ou parafuso grande
para eixo da rodinha 2 un
Pano para o assento
Fita para prender no peito
Cola para tubo de PVC peq. 1 un

É necessário tirar as medidas exatas de seu cachorro e ir adaptando e experimentando com seu cãozinho. Caso ele seja muito grande, usar conexões maiores.

As emendas entre as conexões são feitas com pequenos pedaços de tubo com 1,5cm.

As patas devem fica com livre movimentação e encostadas no chão na posição natural.

O eixo da roda deve ser adaptado na ponta do Cap sendo furado e colado.

 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta