Cachorro maltratado desperta interesse por adoção

Vocês se lembram do caso criminoso que publicamos na sexta feira? Do adestrador que espancava os animais em Campinas?
Então, o pastor alemão que apareceu nas fotos e que era a vítima no momento do flagrante, já tem fila de adoção… eu particularmente acho bacana, mas gostaria realmente que as pessoas pudessem ter a consciência de que existem MILHARES de judiados, que passaram por maus tratos idênticos e muitas das vezes PIORES e que precisam também de adoção…
Adotar essas “celebridades” momentâneas, criadas à partir do poder da comunicação globalizada de hoje em dia é um fenômeno corriqueiro… adotar é tudo de bom, seja o animal famoso ou não… no final, todo adotado acaba se tornando o ASTRO da casa!

(do RAC)

Indignados com o flagrante de pastor alemão espancado, campineiros se dispõem a levar para casa o animal

A história do pastor alemão que foi salvo pela polícia de Campinas no momento em que era espancado por um adestrador causou comoção e muita gente já se dispôs a adotar o animal.

Nesta sexta-feira (20), diversos leitores, indignados com os maus-tratos, entraram em contato com o Grupo RAC, por telefone, interessados na adoção do cachorro.

O flagrante da agressão aconteceu nesta quarta-feira (18), quando policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) passavam pela Avenida São José dos Campos, no Jardim Nova Europa, em Campinas, e viram o proprietário do centro de adestramento e locação Cães em Férias, Paulo Fernando Correia, de 41 anos, dando chicotadas no cão. O animal estava amarrado a um poste.

Correia foi levado à delegacia, junto com dois funcionários. Após registro do caso, ele foi liberado e irá responder em liberdade pelo crime de maus-tratos. Na tarde desta sexta (20), Correia foi procurado pela reportagem, mas não quis se manifestar.

Uma funcionária do centro Cães em Férias disse apenas que não existe agressão contra animais no local. “Aqui não se bate em cachorro”, afirmou. A atendente negou que os policiais tenham flagrado a agressão.

A delegada Rosana Vescovi Mortari, da Delegacia de Proteção aos Animais de Campinas, confirmou que todos os 25 cães que estavam na sede onde o pastor alemão foi espancado irão para adoção. Ela afirmou que há denúncias graves contra o dono do centro de treinamento. “Há relatos de que eles praticavam eutanásia e que já mataram cachorros por espancamento”, disse. Para adotar um dos cães basta ligar para a delegacia, no telefone (19) 3254-2633.

Outros animais, abandonados e vítimas de maus-tratos também podem ser adotados em Campinas, de quarta-feira a domingo ocorre no Galleria Shopping, das 11h às 19h, na loja Cobasi.

No shopping D. Pedro, a feira vai de sexta a domingo, na loja Pet Center Marginal, no mesmo horário. A Associação Amigos dos Animais de Campinas (AAAC) e a União Protetora dos Animais (UPA) também têm animais para doação nos sites www.aaac.org.br e www.upanimais.org.br

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Add a Facebook Comment

Deixe uma resposta