O Ciúme do cão

(de Hotpets) 

Segundo ensina o mestre Houaiss, “ciúme é o estado emocional que envolve um sentimento penoso provocado em relação a uma pessoa de quem se pretende o amor exclusivo; receio de que o ente amado dedique seu afeto a outrem; zelo”.     Se você, mesmo mudando de atitude, não conseguir controlar a situação, a solução é chamar um adestrador.

 

     E é exatamente esse o ciúme que seu cão pode sentir de você, em maior ou menor grau, dependendo da raça e do temperamento individual. Principalmente os animais das raças consideradas “de um dono só” querem seu amor exclusivo. Exigem sua atenção total, detestam que você a divida com outros animais ou pessoas. E em função disso podem fazer malcriações, as mais variadas, que vão desde latir sem parar, incomodando a todos e criando problema com os vizinhos, até morder objetos e pessoas, fazer suas necessidades fora do lugar, além de outras “vinganças” para mostrar seu descontentamento, raiva e chamar sua atenção.

    Os psicólogos, como a Dra. Ayala Pines, têm definições mais elaboradas para o ciúme humano: “é a reação complexa a uma ameaça perceptível a uma relação valiosa ou à sua qualidade”. Sua colega, Mariagrazia Marini, explica que “esse sentimento apresenta caráter instintivo e natural, sendo também marcado pelo medo, real ou irreal, de se perder o amor da pessoa amada”.

“Ele espera que você seja o dominador, a pessoa

no comando e que dedique a ele toda

proteção e carinho”

     O ciúme de um cão tem essas características do ciúme humano. Acrescente-se a isso o fato de ser um animal de matilha, ou seja, de um grupo dominado por um exemplar mais forte, um líder. E no caso da relação entre o homem e o cão, ele espera que você seja o dominador, a pessoa no comando e que dedique a ele toda proteção e carinho. Mas, como você – e é o que acontece na maioria dos casos – passa muitas horas fora de casa, da sua companhia, se ao chegar dividir sua atenção com outros animais ou pessoas, ele vai ficar com ciúme, em níveis variados, que pode se apresentar sob a forma de um simples ressentimento até a fúria total. E isso não é bom pois dificulta muito a vida em família e fica complicado receber visitas.

     A solução de prender o animal quando a visita chega, não é boa, porque só agrava o problema.

Gugu continua calado sobre cachorrinho Japonês

Pessoal,

Só para lembrar a todos que até o momento, Gugu Liberato ainda não se pronunciou sobre o que aconteceu com o Cachorrinho Japonês, abandonado (até maiores informações) pela família e pela produção de seu programa no Japão!

Uma pena ver que nós, sociedade civil e telespectadores, não tenhamos qualquer consideração para recebermos sequer uma resposta daquelas “prontas” que as produções de TV normalmente enviam. O pior é sabermos que também não temos a quem recorrer no Governo nesses casos.

Lembrando também que, você pode ter esquecido do caso… mas eu não!

Gugu, cadê o cachorrinho????

Enquete finalizada, cachorro tem Atitude Animal

Pois é povo,

Acabou a enquete…super concorrida!!! Mas, tenho más notícias para os Gateiros… Nesse mês, o bicho com ATITUDE é o cachorro, e por apenas 2 votos de diferença!!!

Enquete

Já sei que você ama os animais…mas qual deles tem sua preferência?

  • Cães (57%, 34 Votes)
  • Gatos (53%, 32 Votes)
  • Cavalos (3%, 2 Votes)
  • Exóticos (cobras, aranhas, rapina, etc) (2%, 1 Votes)
  • Pássaros (0%, 0 Votes)
  • Ferrets (0%, 0 Votes)
  • Total Voters: 60

    Nossa homenagem a eles!

    Califórnia promove campeonato de saltos de sapo

    Seria falta do que fazer??? Bom certamente esses são americanos que não “engolem sapos”! Que trocadilho terrível!

    Bom, uma coisa está constatada também… os políticos deles, tal qual os nossos, parecem ter muito tempo livre para fazer besteira!

    (do G1)

    Vencedor atingiu 3,17 metros em três saltos.
    Até deputados participam com seus sapos do evento.

    Uma feira em Sacramento, no estado da Califórnia (EUA), promoveu na quarta-feira (4) o tradicional campeonato de saltos de sapo. Um anfíbio chamado “Unicórnio” ganhou a 37ª edição da competição ao atingir 3,17 metros em três saltos. Durante a competição, os donos podem incentivar seus sapos a saltar. Até deputados locais participam do tradicional evento.

    Deputado Brian Jones incentiva seu sapo 'Jeb' a saltar durante o campeonato. (Foto: Rich Pedroncelli/AP)
    Deputado Brian Jones incentiva seu sapo ‘Jeb’ a saltar durante
    o campeonato.
    (Foto: Rich Pedroncelli/AP)

    Gato bate recorde com ronronar mais barulhento do mundo

    E eu nem sabia que esse record existia! é cada uma… Mas cá entre nós… é ou não é o Pavarotti dos Gatinhos?

    (Do G1)

    Ronronar do felino chamado ‘Smokey’ atingiu 67,7 decibéis.
    Rua movimentada pode gerar níveis de ruído entre 70 e 80 decibéis.

    O ronronar do gato chamado “Smokey” foi reconhecido pelo Guinness, livro dos recordes, como mais barulhento do mundo. O felino atingiu 67,7 decibéis. Para se ter uma ideia do barulho, uma rua movimentada pode gerar níveis de ruído entre 70 e 80 decibéis.

    O gato foi avaliado pelo Guinness depois que uma equipe da faculdade de Northampton, na Inglaterra, utilizou equipamentos de som especiais para gravar o ronronar do gato de 12 anos de idade (na ocasião, o estudo apontou que ela alcançava 73 decibéis).

    'Smokey' ronrona 16 vezes mais alto do que a média. (Foto: Alisdair Tait/Northampton College/AP)
    Ronronar do gato ‘Smokey’ atingiu 67,7 decibéis e bateu recorde.
    (Foto: Alisdair Tait/Northampton College/AP)

    Cavalo de corrida perde controle, invade plateia e fere sete na Austrália

    Pois é,

    Esses cavalos, talvez mais que qualquer animal, são vistos única e exclusivamente como verdadeiras mercadorias valiosas.

    Seu custo de manutenção é tão alto que, qualquer lesão que os impeça de correr, mesmo com a promessa de melhora gradual com o tempo, acaba por selar seus destinos. Vale mais ao dono sacrificá-los que mantê-los “improdutivos”.

    Pude acompanhar essa realidade nas enchentes da Região Serrana, onde dezenas de cavalos de corrida foram sacrificados, pura e simplesmente porque não poderiam mais correr, contundidos graças as chuvas.

    Uma realidade capitalista, que pouco ou nada se importa com a vida!

    (DO G1)

    Incidente ocorreu em Warrnambool, Victoria.
    Sequencia de fotos mostra o cavalo caindo sobre o público.

    Sequência de fotos publicada nesta sexta-feira (6) mostra cavalo que pulou uma cerca e caiu sobre o público durante uma corrida em festa popular na véspera em Warrnambool, no estado de Victoria, Austrália.

    Sete pessoas ficaram feridas e tiveram de ser hospitalizadas.

    O cavalo Banna Strand, cujo cavaleiro tinha caído, mudou de rumo e pulou sobre as arquibancadas.

    Apenas dois dos oito cavaleiros conseguiram chegar ao fim da prova, que foi a oitava corrida do dia na Grand Annual Steeplechase.

    Manifestantes pró-direitos animais protestaram contra a corrida, que eles acreditam ser uma crueldade com os animais.

    Em uma corrida anterior na mesma quinta-feira, um dos cavalos teve de ser sacrificado após se ferir gravemente.

    Imagens mostram o cavalo invadindo a arquibancada (Foto: Reuters)